• Rafaela Verdan

Produtividade nossa de cada dia

Atualizado: 27 de Jul de 2020

Como eu me organizo como freelancer? Muitas vezes trabalhar sem rotina definida é exatamente o que o profissional que se torna freelancer almeja, mas nem sempre é o que nós precisamos. Vim aqui mostrar um pouco da minha experiência lidando com o gerenciamento do meu tempo, e mostrar que não existem fórmulas mágicas, só auto conhecimento.

Eu tenho uma dificuldade imensa em começar as fazer as coisas. Inclusive esse texto foi começar a ser escrito dois dias atrás, momentos antes de decidir que precisava ir na cozinha e fazer guacamole. Produtividade pra mim se concentra principalmente na capacidade de não procrastinar, de só levantar e fazer, independente da "vontade" ou "inspiração" que eu estou sentindo no momento.

Quando eu comecei a minha jornada como freelancer (Alguns meses atrás) foi muito fácil ter vontade de entregar tudo dois dias antes do prazo de entrega e de dar mais do que o cliente pediu, mas conforme a novidade se transforma em rotina, eu precisei me adaptar a realidade de fazer meu próprio horário, estar do lado de mil distrações e não ter ninguém pra me mandar voltar ao trabalho.

Essa adaptação começou com baixar vinte mil aplicativos que prometem o controle sobre toda a sua rotina de trabalho e o alcance de todos os seus objetivos. Claro que isso não funcionou, baixar aplicativos e fazer listas só criou nervosismo: "Se eu estou usando todos esses recursos e ainda não consigo trabalhar 12h por dia, entregar 2x mais que o combinado e postar todo dia nas redes sociais, então devo estar fazendo algo errado!". Erros críticos nesses pensamentos:


1- Não, ninguém consegue fazer isso. E quem consegue provavelmente não faz isso estando saudável.

2- É provável que esses não sejam seus reais objetivos. Seus objetivos devem ser ganhar mais dinheiro, conseguir mais clientes, se estabelecer no mercado, etc.

3- A resposta para a rotina de trabalho saudável e estável nunca vai ser encontrada em terceiros.


Explicando melhor o terceiro erro, cada pessoa trabalha de uma maneira, e pesquisando cinco minutos na internet conseguimos achar duzentas abordagens diferentes ao termo produtividade, e o melhor conselho que tenho é pesquisar e testar. Abaixo eu deixo uma playlist com alguns bons vídeos sobre produtividade, que me ajudaram a começar a entender quais processos seriam melhores pra mim.


https://www.youtube.com/playlist?list=PLN5kXwEKQ76Y85rPadp7ZBA6h7h3DrdC_


Então, o que eu acho importante quando eu quero ser produtiva? Vamos pra outra lista:

  • Auto conhecimento é a chave! Entenda o real motivo da falta de vontade ou do excesso de cansaço. É o espaço que é inadequado, desconfortável ou tem muitas distrações? Esse trabalho realmente é legal, ou está alinhado com meus objetivos? Eu crio desculpas pra não fazer o que preciso fazer? Por quê?

  • Trace objetivos claros. Pense aonde quer estar daqui a um ou cinco anos e traçe uma linha do presente até lá. Fazer alguma coisa desagradável ou acordar cedo é bem menos difícil quando sabemos o motivo por trás daquela tarefa e que aquilo é o que precisamos fazer pra conseguir o que queremos.

  • Use todas as ferramentas que forem necessárias, mas não use TODAS as ferramentas. De novo com o auto conhecimento, as ferramentas precisam criar praticidade e diminuir nosso tempo se preocupando. Se fazer uma lista se tornou mais uma preocupação na sua vida, ao invés de uma solução, então nao faça listas. Simples assim.

  • Não se cobre tanto. Ainda que traçar objetivos seja fundamental, saber respirar e descansar é mais importante ainda. Pense no seu tempo de lazer como uma tarefa importante a ser cumprida, e entenda que todas as outras tarefas dependem dessa, já que estresse e cansaço não permitem o pleno desenvolvimento.

E finalmente, abaixo os aplicativos e metodologias que estão funcionando pra mim agora.



Google Agenda

Demorou um pouco pra eu trocar minha agenda de papel pela eletrônica, mas quando me acostumei já era, não quero mais voltar. Como sou muito esquecida sempre precisei usar agendas, e muitas (muitas) vezes nem isso foi o suficiente, por isso que com a agenda do google eu sempre coloco mil avisos chegando por email e notificações no celular e no computador, um dia antes, meia hora antes, pra tentar suprir com essa situação da minha cabeça. Se tornou indispensável pra mim, mesmo não sendo capaz de operar milagres pois eu tive a capacidade, duas ou três vezes de confundir datas e esquecer de compromissos.



Trello

Essa é uma das ferramentas mais queridas quando se trata de produtividade, basicamente um quadro pra colar notas, mas acaba sendo muito mais que isso. Pra usar o trello é aconselhável que usemos metodologias integradas, como o kanban, mas é claro que a ferramenta não nos deixa na mão, e coloca disponível diversos modelos prontos pra serem preenchidos e editados, de acordo com as nossas necessidades.



Toggl

A ferramenta que mais me ajudou com a precificação do meu tempo. O Toggl é um temporizador, onde podemos criar entradas de acordo com o cliente e projeto no qual estamos trabalhando, e depois contamos com funções legais como gráficos detalhados de como seu tempo foi gasto e notificações por email. Devo dizer que é uma chuva de sinceridade, e que não deve se assustar se você trabalha muito menos do que esperava, já ouvi muita gente dizendo que normalmente menos de 50% das 8h de trabalho são aproveitadas trabalhando de fato.



Pomodoro

Essa é mais complicada. Muitas pessoas dizem que a técnica pomodoro faz milagres, e que depois de começar a usá-la a rotina de trabalho muda completamente. Pra mim não é exatamente assim, e embora seja uma técnica que uso com relativa frequência, não sou uma grande defensora. Pomodoro é uma técnica de gestão de tempo que consiste em fazer algo por 25 minutos, e pausar por 5. Esses tempos podem ser ajustáveis dependendo do aplicativo que for usar, mas a base é a mesma, trabalhar por uma quantidade grande de tempo e pausar por uma pequena, e repetir isso durante todo o horário útil do dia. O motivo de eu não usar esse timer todos os dias é que, por mais que tenha me ajudado muito com projetos desmotivadores, no dia a dia seu uso acaba se tornando exaustivo e descapacitante. Então essa eu salvo pra emergências.


Alguns links que acho que podem ajudar:

https://epocanegocios.globo.com/Carreira/noticia/2018/01/quanto-mais-horas-voce-trabalha-mais-chances-tem-de-morrer.html

https://blog.trello.com/br/exemplos-quadros-trello

https://blog.trello.com/br/home-office

https://serfreelancer.com.br/procrastinacao-como-lidar/



35 visualizações